Cabo Óptico Drop Compacto, Figura 8 e ASU – Qual a diferença?

Entenda a diferença entre cada cabo óptico e a melhor aplicação para sua rede.

 

Os cabos Drop Compacto, ASU e Figura 8 apresentam características de aplicação muito próximas, que acabam gerando dúvidas na escolha da melhor opção para o seu projeto.

A escolha do Cabo Óptico correto para instalação em sua rede depende principalmente do tipo de aplicação (interno ou externo), o número de fibras necessárias e as características construtivas de cada cabo exigidas na instalação.

Entenda abaixo quais as principais características e aplicações desses cabos:

 

Cabo Óptico Drop Compacto LSZH

Cabo de última milha, com até 4 fibras ópticas, aplicado da caixa de derivação até o cliente final. É recomendado para instalações de ponto-aponto em até 300m, aéreo em vão entre postes de até 80m ou em dutos. Seu diferencial é o revestimento em material LSZH, com baixo atrito ou convencional, possibilitando a passagens em dutos horizontais e verticais com superlotação. Sua estrutura possibilita a conectorização através da utilização de conectores de campo. Os elementos de tração e sustentação em materiais metálicos garantem as ações dos agentes externos, principalmente de materiais cortantes, como o cerol de pipa.

 

 

Cabo Óptico ASU –  Único Tubo

Cabo óptico totalmente dielétrico (não precisa ser aterrado), indicado para instalações de backbone e de acesso ao assinante. Possui único tubo com capacidade de até 12 fibras ópticas, aplicação aérea externa, autossustentado em vãos entre postes de até 120m (não requer o uso de cordoalha). Apresenta uma estrutura compacta, não exercendo muitos esforços nas estruturas, assim como nas alças e laços preformados para ancoragem e passagens nos postes. Alta proteção contra umidade, com gel na unidade óptica e fios hidro expansíveis no núcleo do cabo.

 

 

 

Cabo Óptico Drop FIigura 8 – Metálico ou Dielétrico

 

Cabo óptico para instalações em acesso ao assinante interligando cabos ópticos externos da última caixa de emenda às instalações prediais. Possui único tubo com capacidade de até 12 fibras ópticas, aplicação aérea (externo), autossustentado por um elemento metálico ou por elemento dielétrico, em vãos entre postes de até 80m (não requer o uso de cordoalha) e em instalações internas em tubulações verticais, sem fluxo de ar forçado. Sua aplicação pode ser substituída pelo Cabo ASU – Único Tubo.

 

 

 

Veja abaixo o comparativo das características técnicas de cada tipo de cabo:

 

Caso possua alguma dúvida com relação às características ou instalação dos cabos Drop Compacto e ASU, entre em contato com nossa equipe de engenharia pelo e-mail engenharia@zttcable.com.br.

Conheça mais sobre os produtos acessando os Catálogos Técnicos dos Cabos ASU e Drop Compacto.

Posted in Noticias.